Ahmadinejad envia carta a rei saudita pedindo ajuda a Iraque

O presidente iraniano, o extremista Mahmoud Ahmadinejad, afirmou nesta terça-feira que enviou uma carta para o líder dos sauditas, rei Abdullah, com a proposta de ampliar a colaboração tanto iraniana quanto da Arábia Saudita para ajudar a estabilizar o Iraque.A carta de Ahmadinejad é uma tentativa de bloquear a estratégia de Washington, que tenta isolar o Irã de países árabes que podem se tornar colaboradores do extremista. "Nós, os sauditas e outros países vizinhos podemos ajudar os iraquianos a tomar o controle, consolidar a capacidade de estabilizar o governo e manter a segurança no país", disse Ahmadinejad.O presidente iraniano já havia adiantado, durante uma entrevista enquanto visitava a Venezuela, no último sábado, que havia mandado uma mensagem para o rei Abdullah e que esperava uma resposta positiva do saudita.A Arábia Saudita tem demonstrado preocupação com o crescimento da influência iraniana no Iraque à medida em que a onda de violência vai se intensificando no país. A Casa Branca, temendo este papel de liderança, pediu para que os sauditas utilizassem sua influência junto à minoria sunita do Iraque, na tentativa de fomentar um acordo com o governo xiita.A secretária de Estado dos EUA, Condoleezza Rice, durante sua visita à região, rejeitou uma nova tentativa de abrir canais diplomáticos com o Irã e a Síria, para formar um caminho de estabilidade no Iraque. O principal motivo da negativa? Para ela, o Irã pode barganhar concessões norte-americanas para o seu programa de energia nuclear.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.