Ahmadinejad exige fim de sanções contra o Irã

QUESTÃO NUCLEAR

, O Estado de S.Paulo

08 de dezembro de 2010 | 00h00

Os membros permanente da ONU e o Irã pareciam ter chegado ontem, em Genebra, a um entendimento para iniciar uma negociação sobre a crise nuclear iraniana. Mas nem bem terminava a reunião e o acordo já mostrava sua fragilidade. O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, exigiu o fim das sanções contra seu país para aceitar um acordo nuclear e voltou a rejeitar a suspensão do programa de enriquecimento de urânio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.