Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Ahmadinejad: Irã pode desistir de enriquecer urânio

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, anunciou hoje que o país está disposto a abrir mão de promover o enriquecimento de urânio e a permitir que o combustível usado em seus reatores nucleares seja enriquecido por terceiros.

AE, Agencia Estado

30 de setembro de 2009 | 16h04

A declaração do Irã foi feita na véspera de uma reunião importante entre o país e o sexteto formado pelos membros do Conselho de Segurança da ONU (Estados Unidos, Grã-Bretanha, França, China e Rússia) e Alemanha. O encontro vai ocorrer em Genebra, na Suíça, para discutido o programa nuclear iraniano.

O governo iraniano defende seu direito de possuir um programa nuclear, mas sofre uma pressão internacional forte. Países como EUA e Israel acusam o país de buscar a produção de armas nucleares. O Irã garante que tem objetivos pacíficos, como a produção de energia. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.