Ahmadinejad: Irã se dispõe a conversar sobre programa nuclear

O Irã está disposto a realizar conversas sobreseu programa nuclear, disse neste sábado o presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, ao secretário-geral da ONU, Kofi Annan, em uma conversa por telefone.Segundo a agência iraniana Irna, Annan tinha ligado ao presidente iraniano para dar condolências pela recente morte do pai de Ahmadinejad, e aproveitaram para trocar suas opiniões sobre o programa nuclear iraniano.Ahmadinejad deixou claro a Annan que seu país prefere"negociações realizadas de forma democrática, sem nenhumapré-condição ou ameaça".Na conversa, o líder iraniano não mencionou a propostadefinida na quinta-feira, em Viena, pelas potências nucleares, e que oferece ao Irã uma série de incentivos não determinados em troca de Teerã renunciar ao enriquecimento de urânio.O presidente iraniano também reiterou a Annan que seu paísrespeita o Tratado de Não-Proliferação Nuclear (TNP), e que a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) ainda não constatou que o Irã tenha desviado energia nuclear para fins não pacíficos.Segundo Ahmadinejad, a ONU e seu secretário-geral deveriamsupervisionar uma aplicação correta das convenções internacionais, único modo de resolver a atual crise por causa do programa nuclear iraniano."Esperamos que a ONU e seu secretário-geral gerenciem a crise que certos Estados criaram com o Irã. Não respeitam os direitos do Irã dentro do TNP, mas o Irã acredita na diplomacia para superar a atual estagnação, e apóia o papel do secretário-geral para colocar fim à crise", disse Ahmadinejad a Annan.Nos próximos dois dias, o alto representante para a Política Externa da União Européia, Javier Solana, deve ir ao Irã apresentar às autoridades iranianas o plano aprovado em Viena na quinta-feira passada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.