Ahmadinejad ironiza visita de Gates ao Afeganistão

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, viajou hoje para o Afeganistão. Na visita, ele ironizou Robert Gates, que também está no país, perguntando a razão de o secretário de Defesa dos Estados Unidos estar lá. Ahmadinejad pede repetidamente a retirada das tropas lideradas pelos EUA do Afeganistão, nação que tem laços étnicos e religiosos com o Irã. Já funcionários norte-americanos acusam Teerã de manter vínculos com insurgentes islamitas no Afeganistão.

AE, Agencia Estado

10 de março de 2010 | 10h46

Gates está no Afeganistão há três dias. Ele tem se encontrado com autoridades locais e também chefes militares dos Estados Unidos e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), em uma viagem para avaliar a atuação das tropas estrangeiras no país. Em agosto, o número de soldados estrangeiros no Afeganistão deve chegar a 150 mil, em um último esforço para vencer a guerra contra os extremistas.

Ahmadinejad foi questionado sobre comentários de Gates sugerindo que seu governo teria uma dupla atuação no Afeganistão, também ajudando em certo nível os militantes. "A questão é: ''O que você está fazendo aqui nesta região?''", ironizou o presidente iraniano. "Você está do outro lado do mundo. O que está fazendo aqui? Esta é uma questão séria."

O líder iraniano disse não considerar a presença de tropas estrangeiras uma solução para a paz no Afeganistão. "Nossa política é apoiar totalmente o povo afegão e o governo e a reconstrução do Afeganistão, e nós continuaremos com esse apoio no futuro", afirmou. As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoAhmadinejadcríticaGates

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.