Arquivo/Reuters
Arquivo/Reuters

Ahmadinejad não participará de encontro de desarmamento da ONU

Presidente iraniano, no entanto, ainda deve comparecer a Assembleia Geral do órgão em Nova York

REUTERS

14 de setembro de 2010 | 20h34

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, cancelou seus planos de participar de um importante encontro da ONU na próxima semana que reiniciará as conversas sobre o desarmamento global, disseram autoridades do órgão nesta terça-feira, 14.

Veja também:

linkEUA desafiam Ahmadinejad a libertar dois americanos ainda presos no Irã

especialEspecial: O programa nuclear do Irã

lista Veja as sanções já aplicadas contra o Irã

O encontro, marcado para 24 de setembro durante a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas em Nova York, ocorre após 12 anos de inatividade do único fórum de negociação mundial para o desarmamento, em Genebra.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, disse a repórteres na segunda-feira que Ahmadinejad participaria do evento.  Mas em entrevista à Reuters nesta terça, Ban afirmou: "Eu sei que ele não vai participar deste encontro."

Autoridades da ONU disseram que, até segunda-feira, Ahmadinejad era o único chefe de Estado a participar do encontro, classificado pela entidade como um evento de nível "ministerial ou superior".

No entanto, o líder iraniano deverá visitar Nova York na próxima semana para participar da Assembleia Geral e do encontro da ONU para as Metas de Desenvolvimento do Milênio.

Ban disse que, provavelmente, se encontrará com Ahmadinejad: "Espero que eu tenha uma oportunidade para encontrá-lo e discutir questões de preocupação comum, incluindo questões nucleares do Irã", disse.

O Conselho de Segurança da ONU impôs quatro rodadas de sanções contra Teerã pela recusa em suspender seu programa nuclear, acusado pelas potências ocidentais de ser um disfarce para a produção de armas atômicas.

O Irã nega as acusações e se nega a interromper seu programa de enriquecimento de urânio.

Tudo o que sabemos sobre:
ONUMahmoud Ahmadinejaddesarmamento

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.