Ahmadinejad pede fim da violência a Damasco e diálogo com a oposição

Em uma drástica mudança de posição, o presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, pediu à Síria que contenha a violência contra os manifestantes e inicie o diálogo com a oposição, que pede a saída do presidente Bashar Assad. Em uma entrevista a uma rede portuguesa, Ahmadinejad disse que a repressão militar "nunca é a melhor solução", segundo a agência semioficial Fars. "Os governos têm de respeitar os direitos de liberdade e justiça de suas nações. Os problemas têm de ser resolvido pelo diálogo", disse Ahmadinejad à Radiotelevisão portuguesa. A República Islâmica reprimiu com violência os protestos contra a reeleição de Ahmadinejad em 2009, numa votação considerada fraudulenta.

, O Estado de S.Paulo

10 Setembro 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.