Ahmadinejad quer que Chávez seja seu "companheiro de luta"

O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, que iniciou neste sábado uma visita de dois dias ao Irã, foi recebido pelo presidente do país asiático, Mahmoud Ahmadinejad, em seu palácio presidencial, na capital Teerã."Este senhor é meu irmão e tomara que seja meu companheiro de luta", disse Ahmadinejad ao apresentar seu homólogo venezuelano, que chegou hoje a Teerã em visita oficial para estreitar as relações econômicas com o Irã.O presidente venezuelano respondeu afirmando que desejava "que o Irã e a Venezuela pudessem continuar sendo aliados na luta contra o imperialismo".Hugo Chávez foi recebido pelo ministro iraniano das Minas e da Indústria, Ali Reza Tahmasbi, no aeroporto internacional de Teerã, de onde foi levado ao palácio presidencial.Além de se reunir com Ahmadinejad, ele conversará com o líder supremo da revolução iraniana, o aiatolá Seyed Ali Khamenei.Os governantes dos dois países tratarão sobre as relações bilaterais e os mais recentes acontecimentos na região, entre os quais se destaca o conflito entre Israel e Líbano.Chávez viaja acompanhado pelos ministros das pastas de Relações Exteriores, Defesa, Agricultura, Energia, Comércio, Cultura e Comunicações, Minas e Indústria e do Petróleo, Rafael Ramírez, além do prefeito da cidade de Caracas.A visita do presidente venezuelano ao Irã faz parte da viagem feita por ele à Rússia, Belarus e Catar e que continuará por Vietnã e Mali. Esta é a quinta vez que Chávez viaja ao Irã após sua posse.A delegação liderada pelo dirigente venezuelano deve assinar vários acordos econômicos em sua visita ao Irã.Amanhã, Chávez receberá a mais alta condecoração da República Islâmica do Irã em cerimônia a ser realizada no palácio presidencial da capital iraniana.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.