Ahmadinejad reitera que Irã não se submeterá às pressões

O presidente do Irã, Mahmoud Ahmadinejad, reiterou hoje que seu país "não se submeterá às pressões" em relação às suas atividades nucleares, horas antes da reunião do Conselho de Governadores da AIEA para examinar a polêmica. Ahmadinejad, citado pela agência nacional de notícias, IRNA, insistiu que a tecnologia nuclear é um direito indiscutível do Irã, que "eles (a comunidade internacional) têm que reconhecer". "O povo iraniano já escolheu o caminho que acha que é o correto e as pressões não afetarão esta decisão", afirmou o líder conservador. Ahmadinejad reiterou que, "se eles decidirem exercer pressões políticas sobre o Irã, reconsideraremos nosso trato", em alusão à cooperação entre Irã e a Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA). As declarações de Ahmadinejad aparecem depois que o embaixador dos EA perante a ONU, John Bolton, advertiu Teerã que se expõe a "tangíveis e dolorosas conseqüências" internacionais se persistir em levar adiante seu programa nuclear.

Agencia Estado,

06 Março 2006 | 06h52

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.