Ahmadinejad sai em defesa de jornalista

O presidente do Irã, Mahmud Ahmadinejad, pediu ontem que a jornalista americana Roxana Saberi tenha direito a uma defesa completa quando recorrer da sentença de oito anos de prisão por espionagem. Para analistas, a mensagem foi um sinal de que o líder iraniano não quer prejudicar a perspectiva de diálogo com os EUA.O presidente americano, Barack Obama, pediu a libertação da jornalista durante a Cúpula das Américas. "Tenho plena convicção de que ela não está envolvida em nenhum tipo de espionagem", disse. Roxana foi presa em janeiro e julgada na semana passada. Ela se declarou inocente e vai recorrer do veredicto. Segundo seu pai, Reza Saberi, a jornalista deve entrar em greve de fome em protesto contra a condenação. Roxana já colaborou com as emissoras BBC, Fox News e NPR. Antes de ser presa, ela estava finalizando um livro sobre o Irã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.