Aiatolá diz que republicanos perderam por não ouvir o povo

A derrota que o Partido Republicano americano sofreu nas eleições legislativas e locais nos Estados Unidos de deve a que não foi capaz de escutar "a voz do povo", assegurou nesta sexta-feira o aiatolá iraniano Mohamad Emami Kashani. No sermão de sexta-feira na Universidade de Teerã, considerado um dos principais foros de expressão do regime iraniano, Kashani acrescentou que a derrota eleitoral dos republicanos americanos significa o início do fim de seu domínio na política dos EUA. "Os ouvidos da cúpula da Casa Branca permaneceram surdos e, por não escutar a voz do povo no país e no mundo, e não dar importância a ela", sofreu a derrota do partido conservador americano. Em discurso pela televisão oficial iraniana, o clérigo acrescentou que "George W. Bush e o Partido Republicano fracassaram nas eleições do Congresso". Segundo Kashani, o resultado das eleições representa o fim da hegemonia republicana e o início do período de primazia dos democratas. O clérigo, membro do poderoso Conselho dos Guardiães, afirmou que "a cultura da guerra do presidente americano" foi outro dos motivos do "fracasso". "Bush, em vez de dar orgulho ao Exército americano, como tinha prometido, fez os militares perderem no Afeganistão, no Iraque e no Líbano", acrescentou o aiatolá.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.