Aiatolá iraniano critica ataque a embaixada

O aiatolá Ahmad Khatami, importante religioso conservador iraniano, classificou ontem de "ilegal" o ataque à embaixada britânica em Teerã realizado por radicais islâmicos. "O ataque contra uma embaixada e sua ocupação equivalem à ocupação de um país estrangeiro e são ilegais", disse Khatami, que é ligado ao líder supremo, o aiatolá Ali Khamenei. "Esse clima de insegurança não interessa ao país." As declarações do aiatolá mostram uma tentativa do regime iraniano de se distanciar da ação contra a missão britânica.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.