Aiatolá Khamenei diz que o Irã é 'imune' às sanções

O Líder Supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, disse nesta quarta-feira que o país é imune às sanções impostas por causa de seu programa nuclear e que foram feitos avanços tecnológicos apesar das medidas punitivas tomadas pelo ocidente.

AE, Agência Estado

11 de julho de 2012 | 11h26

As declarações de Khamenei foram veiculadas na TV estatal iraniana com a intenção de minimizar a recente proibição de comprar petróleo iraniano imposta pela União Europeia. A medida foi feita para pressionar Teerã a parar com o enriquecimento de urânio, que é um caminho em potencial para a produção de arma atômicas.

O embargo começou a valer em 1 de julho, somando-se a outras sanções feitas pelos Estados Unidos ao petróleo do Irã e complicam ainda mais a possibilidade do país participar do comércio internacional. Os norte-americanos e seus aliados acusam os iranianos de tentar construir bombas nucleares, o que Teerã nega. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Irãprograma nuclearsanções

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.