Aids pode atingir um milhão de chineses

O número de pessoas infectadas com o vírus da aids deve subir para 1 milhão até o final deste ano na China, mas a quantidade de novas infecções parece estar diminuindo, informou nesta sexta-feira o Ministério da Saúde.Esta foi a maior estimativa feita até agora pelo governo chinês, que é muito criticado por ativistas e especialistas internacionais de saúde por não se esforçar o bastante para estancar a epidemia. Segundo o diretor-geral do Departamento de Controle de Doenças, Qi Xiaoqiu, o número de pessoas infectadas no país subiu 58% de 2000 para 2001.Estimativas prévias diziam que cerca de 850.000 chineses estavam infectados com o HIV no final do ano passado, embora autoridades de saúde reconhecessem apenas 30.736 casos. Em 2002, no entanto, o aumento deve ser menor, de 16,7%, passando em 2003 para um milhão de pessoas infectadas. Qi não explicou o motivo da queda anunciada na taxa de novas infecções.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.