AIE condena decisão da Rússia de cortar fornecimento de gás

A decisão da Rússia de cortar o fornecimento de gás natural no domingo, em razão da disputa sobre preços, foi um erro sério que pode levar as nações consumidoras a avaliar a diversificação de seu mix de abastecimento de energia, de acordo com o vice-chefe da Agência Internacional de Energia (AIE), William Ramsey. "Eu acho que a Rússia tomou uma decisão muito errada. Demonstrou a sua disposição para usar o gás como ferramenta política e econômica", comentou Ramsey.O vice-chefe da AIE avalia que os países consumidores vão adotar medidas adicionais para reduzir a dependência da oferta de gás da Rússia - a maior do mundo - e procurarão alternativas para o gás, como o carvão e a energia nuclear.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.