AIE ressalta elevação na oferta mundial de petróleo

Um aumento constante da oferta de petróleo dos EUA e do Canadá e uma elevação surpreendente na produção de óleo bruto do Iraque no mês passado contrabalançaram as pressões de demanda desencadeadas pela severo inverno nos EUA e as preocupações geopolíticas no Leste Europeu, afirmou a Agência Internacional de Energia (AIE).

Agência Estado

14 de março de 2014 | 08h13

"Ainda que as tensões internacionais possam estar em ascensão, a pressão sobre os mercados de petróleo, ''ceteris paribus'' (ou seja, mantidas as condições normais), parece estar prontas para serem aliviadas", disse a organização que tem sede em Paris em seu relatório mensal.

A onda de frio nos EUA, que levou os estoques comerciais de petróleo dos países industrializados a uma forte queda neste inverno para 154 milhões de barris abaixo da média sazonal no mês passado, está diminuindo. Enquanto isso, a oferta de petróleo parece confortável. A AIE espera que a oferta de fora da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) suba 2 milhões de barris por dia no primeiro trimestre do ano, ainda que uma produção surpreendente do Iraque no mês passado tenha aumentado a oferta da OPEP para mais de 30 milhões de barris por dia pela a primeira vez em quatro meses.

A produção de petróleo do Iraque subiu em fevereiro para o nível mais alto desde 1979, saltando de meio milhão de barris por dia para 3,6 milhões de barris por dia, disse a AIE. As exportações subiram em quase 600 mil barris por dia para atingir 2,8 milhões de barris por dia, uma vez que os principais gargalos no porto de Basra, no sul do país, foram finalmente removidos.

O aumento excepcional das exportações de petróleo é um grande impulso para o país, que tem se esforçado para cumprir as metas de produção de petróleo que estabeleceu para si nos últimos anos. No entanto, analistas questionaram se aumento de fevereiro na produção é sustentável.

Ainda assim, "o mais recente aumento nas exportações iraquianas prova que, mesmo em face desses obstáculos, o enorme potencial do Iraque como fornecedor não pode ser descartado", disse a AIE.

Além disso, a AIE também elevou sua previsão para o crescimento da demanda neste ano em 100 mil barris por dia para 1,4 milhões de barris por dia na expectativa de um cenário econômico mais robusto.

Na quarta-feira, a Opep fez um movimento semelhante, atualizando a previsão para o crescimento da demanda neste ano pelo segundo mês consecutivo. O grupo petrolífero aumentou sua previsão de 50 mil barris por dia para 1,14 milhão de barris por dia. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
AIEPETRÓLEOOFERTA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.