AIEA aprova acordo de inspeções nucleares com a Índia

O Conselho de governadores da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA), das Nações Unidas aprovou hoje, por unanimidade, um acordo de inspeções com a Índia, condição crucial para que a nação do Sul da Ásia assine um acordo nuclear civil com os Estados Unidos. Esse acordo prevê o fornecimento de tecnologia e combustíveis atômicos aos indianos. As informações são do The Wall Street Journal Asia."Este é um dia importante para a Índia," disse o primeiro-ministro do país, Manmohan Singh, na televisão indiana. Ao agradecer aos dirigentes da AIEA, Singh disse que o acordo nuclear entre a Índia e os EUA "é bom para a Índia e para o mundo." O acordo, se aprovado no Congresso dos EUA, deverá ajudar a Índia a suprir a sua crescente e enorme demanda por energia elétrica, de uma maneira mais rápida do que poderia com o uso de combustível convencional. Além disto, o acordo traz a Índia ao grupo de nações que dominam e compartilham a tecnologia nuclear para uso civil, após anos de isolamento, que se seguiram ao primeiro teste de arma nuclear indiana em 1974. Os dirigentes da AIEA deram sua aprovação ao chamado acordo de salvaguardas, que incrementará o número de usinas nucleares indianas abertas à inspeção. Em comunicado, o diretor-geral da AIEA, Mohammed ElBaradei, disse que o acordo da Índia com a agência "satisfaz as necessidades da Índia, enquanto mantém todos os requerimentos legais da AIEA." O acordo permitirá que a AIEA expanda as inspeções de seis reatores para 14 na Índia. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.