AIEA conclui inspeção de usina danificada por terremoto

Minuta do relatório deve ser apresentada nesta sexta-feira à Agência de Segurança Nuclear do Japão

Efe,

09 de agosto de 2007 | 05h15

Uma missão da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) concluiu nesta quinta-feira, 9, sua inspeção da usina nuclear de Niigata, no Japão, afetada por um terremoto no dia 16 de julho, informou a agência Kyodo. Após quatro dias de inspeções, os seis inspetores deverão apresentar na sexta-feira a minuta de seu relatório de avaliação à Agência de Segurança Nuclear do Japão. O chefe da delegação, Philippe Jamet, disse nesta quinta-feira que manteve "boas conversas" com a empresa operadora da usina, a Tokyo Electric Power, e com os dirigentes da agência governamental. Mas evitou fazer mais considerações. "Tenho que apresentar minha avaliação ao diretor-geral da AIEA, Mohamed ElBaradei, e não à imprensa", disse Jamet. A usina nuclear, a maior do mundo em capacidade de produção, sofreu mais de 50 falhas de funcionamento e deixou vazar 1,2 metro cúbico de água radioativa para o Mar do Japão depois do tremor de 6,8 graus na escala Richter.

Tudo o que sabemos sobre:
terremotodano em usina nuclearJapão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.