AIEA deverá aprovar resolução européia para o Irã

No que seria um revés para Washington, aAgência Internacional de Energia Atômica (AIEA) da ONUaparentemente apoia um plano europeu para novas inspeções no Irãno lugar de uma censura ao país, como defende os EUA, por seus"erros passados". Os EUA desejam que a AIEA considere efetivamente o Irã emviolação do Tratado de Não-Proliferação Nuclear em seu encontrode amanhã (20) em Viena. No entanto, diplomatas asseguraram hojeque apenas três das 35 nações que fazem parte da AIEA apoiam aestratégia americana. Segundo as fontes, que pediram anonimato, a maioria dospaíses é favorável a uma resolução desenhada pela França,Alemanha e Grã-Bretanha. O rascunho minimiza cerca de duasdécadas do programa nuclear secreto do Irã, que, segundoWashington, aponta para o desenvolvimento de armas atômicas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.