AIEA discute plano de inspeções nucleares na Índia em agosto

Os 35 países da diretoria da AIEA vãodiscutir no seu encontro de 1o de agosto o plano apresentadopela Índia para se submeter a inspeções internacionais, umapré-condição para um acordo nuclear com os Estados Unidos,disseram funcionários da agência. Se a diretoria aprovar o plano, Índia e EUA aindaprecisarão receber autorização dos 45 países que controlam ocomércio nuclear estratégico e, em seguida, o Congresso dos EUAprecisará ratificar o tratado, assinado há três anos. "Uma reunião do conselho de governadores da AIEA aconteceráem 1o de agosto, tendo o acordo de Salvaguardas da Índia napauta", disse Melissa Fleming, porta-voz da AgênciaInternacional de Energia Atômica (AIEA, um órgão da ONU), sementrar em detalhes. A Índia demorou a agir para implementar o tratado devido adivisões políticas internas. Na quarta-feira, porém, o paísfinalmente enviou à AIEA um plano para que a agência inspecioneseus reatores nucleares civis. No dia seguinte, Washington se comprometeu a tentar superaros entraves domésticos e internacionais ao acordo, já que suaimplementação pode ficar comprometida depois das eleiçõesnorte-americanas de novembro. O acordo provocou polêmica pelo fato de a Índia não sersignatária do Tratado de Não-Proliferação Nuclear, ter testadoarmas nucleares em 1974 e 1998 e dizer que o acordo não vairestringir o seu programa nuclear militar -- o que incluiria odireito de eventualmente realizar mais testes. (Por Mark Heinrich)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.