AIEA: Irã tem urânio enriquecido em suas instalações nucleares

A Agência Internacional de Energia Atômica detectou resíduos de urânio enriquecido em uma instalação nuclear iraniana, informou nesta terça-feira um diplomata, citando um informe da AIEA. O achado, mencionado em um relatório preparado para a reunião do próximo mês dos dirigentes da AIEA, aumenta as suspeitas de que o Irã esteja desenvolvendo clandestinamente um programa de armas nucleares.Os inspetores encontraram ?partículas?de urânio enriquecido, que pode ser usado na fabricação de armas atômicas, na usina de Natanz, disse o diplomata vinculado à agência.Os EUA acusam o Irã de desenvolver secretamente um programa de armas nucleares - o que viola o Tratado de Não-Proliferação Nuclear, conhecido como TNP.O Irã vem negando tais alegações, insistindo em que seu programa está destinado apenas a gerar eletricidade. Funcionários iranianos não contestaram o resultado das investigações da AIEA, mas disseram que o equipamento já estava contaminado por vestígios de urânio enriquecido ao ser comprado por Teerã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.