"Ainda há fatores de perturbação", diz Chávez

O presidente venezuelano, Hugo Chávez, advertiu, nesta terça-feira, contra a presença de "fatores de perturbação" que pretendem romper a ordem constitucional na Venezuela após o fracassado golpe de Estado contra ele."Há fatores de perturbação que continuam se movendo. Há causas ainda presentes. Há atores que ainda querem romper a ordem constitucional", advertiu o presidente em um pronunciamento do Palácio de Miraflores, sede do governo venezuelano.Chávez fez o alerta durante o juramento da "Comissão para o Diálogo Nacional", formada por 39 pessoas que se encarregarão de discutir com as diversas forças do país as saídas para enfrentar a crise política gerada por um fracassado golpe de estado contra o presidente democraticamente eleito.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.