Ainda há fogo em oleoduto iraquiano destruído por explosão

Bombeiros continuam tentando apagar o fogo em um oleoduto no sudeste do Iraque nesta segunda-feira, resultante da explosão de uma bomba plantada por militantes rebeldes, ocorrida sábado. Representantes de companhias de petróleo que trabalham no local disseram que a explosão em um dos oleodutos de Faw, localizado a 50 quilômetros ao sul de Basra, principal cidade do sul do país, reduziu as exportações de petróleo para terminais no Golfo Pérsico. Os dois oleodutos que conduzem o petróleo de Basra a península de Faw, no Golfo Pérsico, têm capacidade para conduzir 2 milhões de barris de petróleo por dia. As exportações do país são inferiores a isso, atualmente em cerca de 1,6 milhão de barris. Mas 90% do petróleo exportado pelo Iraque provêm desses dois terminais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.