Ainda incerto encontro entre Arafat e Peres

Altos funcionários palestinos e israelenses continuavam em contato hoje para decidir quando e em que local será o encontro entre o chanceler de Israel, Shimon Peres, e o presidente da Autoridade Palestina (AP), Yasser Arafat, para discutirem medidas para pôr fim à violência na região.Um dos mediadores, o chanceler espanhol Josep Piqué, disse em Madri que Peres lhe confirmara que se reuniria com Arafat nesta terça-feira no posto fronteiriço de Erez, entre a Faixa de Gaza e Israel.No entanto, o chanceler israelense desmentiu a informação. "Acertamos o dia, mas não está claro o local", afirmou, sem dizer a data. Eles buscam um lugar com menos assédio da imprensa. Há a possibilidade de que os dois se encontrem no Egito.Hoje, tanques de Israel bombarearam um edifício perto de uma posição da Força-17, a guarda pessoal de Arafat, em Gaza. Não há informações sobre feridos. No domingo, 5 israelenses morreram e mais de 70 ficaram feridos em três ataques de palestinos, dois deles causados por suicidas, que se explodiram. O que mais preocupa as autoridades é o fato de um dos suicidas ser provavelmente um árabe israelense. Desde o início da intifada, é a primeira vez que um árabe do país participa de um atentado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.