Air France prevê cancelamentos com greve de pilotos

A Air France KLM deve operar somente metade dos voos previstos na segunda-feira, como resultado de uma greve que deve começar no início da próxima semana, disse neste sábado o executivo-chefe da companhia aérea, Frederic Gagey. "Estamos fazendo de tudo para sair dessa situação", disse ele.

Estadão Conteúdo

13 de setembro de 2014 | 12h17

O principal sindicato do braço francês da companhia franco-holandesa convocou no mês passado uma greve de uma semana a partir de segunda-feira para protestar contra cortes de gastos. Esta semana, a Air France detalhou um plano para aumentar sua participação no mercado de companhias aéreas de menor custo, incluindo a transferência da maioria dos seus serviços de curta e média distância para a unidade Transavia Airlines.

Os pilotos, que precisam dizer à empresa se planejam se juntar à greve com antecedência de pelo menos 48 horas, temem que a Air France use a transferência de serviços para mudar as condições de trabalho.

Gagey afirmou que uma greve que force o cancelamento da metade dos voos da companhia geraria um prejuízo de entre 10 e 15 milhões de euros por dia. A empresa vem sendo bem-sucedida na diminuição de prejuízos com um plano de reestruturação de três anos, lançado em 2012, mas ainda permanece no vermelho. No primeiro semestre do ano, a Air France reportou prejuízo líquido de 614 milhões de euros. Fonte: Dow Jones Newswires.

Mais conteúdo sobre:
FrançaAir Francegreve

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.