Airbus da companhia do Iêmen cai em Comores com 150 a bordo

Ainda não há informação sobre sobreviventes; arquipélago fica a 300 quilômetros de Madagáscar, na África

Reuters e Efe,

29 de junho de 2009 | 21h44

Um avião comercial da companhia aérea estatal do Iêmen, Yemenia Air, caiu no arquipélago de Comores no Oceano Índico com 150 pessoas a bordo, informou uma importante autoridade governamental nesta terça-feira, 30 (horário local). "Não sabemos se há sobreviventes entre as 150 pessoas a bordo do avião", disse o vice-presidente de Comores Idi Nadhoim à agência Reuters do aeroporto da capital da ilha principal, Moroni. Segundo a rede CNN, o aparelho era um Airbus A310.

 

Nadhoim afirmou que a tragédia aconteceu nas primeiras horas de terça-feira, mas ressaltou que não pode dar mais detalhes. Ainda não se sabe a localização exata do acidente, mas um funcionário médico na cidade de Mitsamiouli, na ilha principal Grande Comore, disse que foi chamado para o hospital.

 

"Eles me chamaram para ir ao hospital, dizendo que um avião se acidentou", afirmou ele. O arquipélago de Comores cobre três pequenas ilhas vulcânicas, Grande Comore, Anjouan e Moheli, no Canal do Moçambique, a 300 quilômetros de Madagáscar.

 

A frota da companhia é formada por dois Airbus 330-200, quatro Airbus 310-300 e quatro Boeing 737-800, de acordo com informações do site da empresa aérea. Uma fonte do escritório de emergências da Yemenia Air disse à agência Efe que a maioria dos passageiros, cujo paradeiro ainda se desconhece, era comorenses provenientes de Paris que tinham feito uma escala em Sana, capital do Iêmen.

 

Aparentemente, o avião caiu a 30 minutos do aeroporto de Moroni. A fonte, que falou sob anonimato, diz não conhecer as causas do acidente e afirmou que temia pela vida dos passageiros, mas insistiu em que ainda não possuía um número de vítimas.

 

Texto atualizado às 23h18.

 
Tudo o que sabemos sobre:
acidente aéreoComores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.