Airbus da TAP escapa de colisão; 33 feridos

Um avião da TAP Air Portugal escapou por pouco de uma colisão com um aparelho menor sobre os Açores, mas a manobra causou ferimentos em 31 passageiros e dois tripulantes, informou a companhia. O Airbus A310, transportando 131 passageiros e oito tripulantes de Lisboa, se aproximava das ilhas atlânticas quando um alarme soou na cabine e a torre local alertou o piloto sobre uma iminente colisão com um bimotor Beechcraft que cruzava sua rota. O piloto da TAP foi obrigado a mergulhar o avião, e os passageiros que não estavam usando cinto de segurança foram lançados de suas poltronas. Segundo a companhia, os ferimentos não foram graves. O bimotor, pertencente à companhia portuguesa Omni, viajava de Açores à cidade de Cascais, próxima a Lisboa. As autoridades não informaram o modelo do Beechcraft nem se alguém a bordo do avião menor saiu ferido do incidente. O avião da TAP conseguiu pousar em segurança e alguns dos feridos foram levados a hospitais locais. O Beechcraft continuou sua viagem rumo ao continente.

Agencia Estado,

20 de agosto de 2004 | 18h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.