Airbus diz que aeronave desaparecida da AirAsia foi entregue em 2008

Airbus diz que aeronave desaparecida da AirAsia foi entregue em 2008

Avião já rodou cerca de 23 mil horas desde que foi adquirido, e faz manutenção pesada a cada 18 meses

REUTERS

28 de dezembro de 2014 | 09h54

O avião da AirAsia que desapareceu neste domingo a caminho de Cingapura foi entregue por seu operador em 2008 e teve um recorde de 23 mil horas de voo em 13.600 voos, disse a fabricante Airbus em comunicado. O QZ8501, da indonésia AirAsia, um Airbus 320-200 com 162 pessoas a bordo, perdeu contado com o controle aéreo de Jacarta às 6h17 (horário local), disseram autoridades. Os pilotos pediram para mudar o curso para evitar o mau tempo.

Mais de 6 mil A320-200s estão em serviço com mais de 300 operadores. Eles são projetados para uso intensivo em pequenas rotas e são preferidos, juntamente com o concorrente Boeing 737, por companhias aéreas de baixo custo que operam tais rotas.

O A320-200 é um bimotor de corredor único e comporta até 180 passageiros em uma configuração de classe única. O primeiro A320 entrou em serviço em março de 1988.

A Airbus não deu outros detalhes sobre o acidente ou a aeronave. Fontes de segurança aérea dizem que aviões deste tipo tipicamente têm manutenção pesada a cada 18 a 24 meses.

A fabricante disse que iria prover total assistência para a investigação e para a autoridade francesa BEA, que está envolvida no evento porque a Airbus é baseada na França.

Uma porta-voz da BEA disse que está em contato com autoridades da Indonésia para ver que assistência poderia oferecer na busca e resgate, mas não forneceu mais detalhes.

(Por Andrew Callus e Tim Hepher)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.