Ajuda humanitária consegue voltar a Faluja

O Crescente Vermelho do Iraque levou suprimentos e ajuda médica a Faluja nesta segunda-feira, na primeira vez em que uma organização independente consegue visitar a cidade desde o início da invasão por forças americanas, há duas semanas, informa a Cruz Vermelha. "Demos a eles telefones via satélite e eles nos ligaram" ao entrar na cidade, disse Ahmed Rawi, porta-voz do Comitê Internacional da Cruz Vermelha em Bagdá.O comboio humanitário consistiu em ambulâncias e três caminhões com cobertores, água potável e kits de primeiros-socorros. "As autoridades informam que não é seguro para eles (os agentes do Crescente Vermelho) permanecer mais de um dia", disse o porta-voz.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.