Ajuda prometida a Gaza não saiu, diz Liga Árabe

Um alto funcionário da Liga Árabe disse que os países que integram o grupo ainda não liberaram nenhuma parcela do mais de US$ 1 bilhão que haviam prometido doar para a reconstrução do território palestino de Gaza, devastado por uma ofensiva militar de Israel entre dezembro e janeiro.Segundo esse funcionário, os recursos prometidos estão sendo retidos por causa de divergências entre os dois principais partidos palestinos, o Fatah e o Movimento Islâmico de Resistência (Hamas, na sigla em árabe). A Arábia Saudita havia prometido doar US$ 1 bilhão, o Qatar, US$ 250 milhões e a Argélia, US$ 100 milhões.O funcionário acrescentou que os países da Liga Árabe estão esperando para ver se essas divergências serão resolvidas durante a reunião internacional sobre a reconstrução de Gaza, marcada para esta segunda-feira no Egito.O Hamas governa Gaza desde que venceu as eleições parlamentares palestinas de janeiro de 2006. Em 2007, o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, que é do Fatah, destituiu o governo do Hamas e nomeou outro governo, do próprio Fatah, mas o Hamas resistiu militarmente e manteve-se no poder em Gaza.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.