Al-Aqsa diz que sabotará todas as decisões do Hamas

As Brigadas dos Mártires de Al-Aqsa, braço armado da Fatah, advertiram nesta terça-feira que pretendem sabotar qualquer decisão que seja adotada pelo novo governo palestino liderado pelo grupo islâmico Hamas.Nasser Abu Aziz, dirigente do grupo na cidade cisjordaniana de Nablus, assegurou em comunicado de imprensa que "qualquer passo que for dado pelo futuro gabinete do Hamas para melhorar a situação de segurança será frustrado" pela milícia. O dirigente ressaltou que os milicianos de Al-Aqsa continuarão com suas ações "até levarem o gabinete ao fracasso, assim como eles fizeram com a Fatah". Os grupos armados vinculados ao movimento Fatah, presidido por Mahmoud Abbas, sempre foram responsabilizados da deterioração da segurança interna e do caos nos territórios palestinos.Abu Aziz disse que a principal pergunta que a liderança do Hamas deve se fazer agora é "se poderá controlar o estado de caos e anarquia".O Movimento de Resistência Islâmica (Hamas) estabeleceu dois critérios para garantir o sucesso de seu desempenho nas regiões sob controle da Autoridade Nacional Palestina (ANP) para os próximos quatro anos de legislatura, que são a segurança interna e as reformas financeiras e administrativas. O Hamas anunciou que a luta armada contra a ocupação é uma das prioridades de sua política, mas dirigentes do grupo asseguraram que respeitarão um período de trégua em suas ações contra Israel que facilite seu desempenho no governo da ANP.DetençõesNa madrugada desta terça-feira, 19 palestinos foram detidos por forças do exército israelense em diferentes pontos da Cisjordânia, informou a rádio pública israelense. Além disso, milicianos palestinos dispararam um foguete artesanal do norte da Faixa de Gaza que caiu no deserto meridional israelense do Neguev, sem deixar vítimas. Pouco antes, tanques israelenses dispararam contra o norte da faixa palestina e atingiram edifícios na localidade de Al Awda.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.