Al-Jazira diz que seu funcionário está detido em Guantánamo

O canal de televisão árabe Al-Jazira informou hoje que um dos seus funcionários encontra-se detido na base naval americana de Guantánamo, sob suspeita de pertencer à rede terrorista Al-Qaeda, de Osama bin Laden. De acordo com a emissora, seu auxiliar de câmera sudanês Sami al-Haj foi detido no sul do Afeganistão em dezembro do ano passado e encontra-se agora no Acampamento Delta de Guantánamo.A Al-Jazira afirmou que foi informada, em abril último, de que al-Haj estava detido num campo administrado pelos EUA no Afeganistão. "Depois, por meio de correspondência com a mulher do senhor al-Haj, soubemos que ele se encontra agora em Guantánamo", afirmou a rede.Cerca de 600 detidos de 43 nações encontram-se em Guantánamo por sua suposta relação com a Al-Qaeda, a rede terrorista que os Estados Unidos apontam como responsável pelos atentados de 11 de setembro de 2001 em Washington e Nova York. Até agora, nenhum dos detidos foi acusado oficialmente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.