Al-Jazira mostra cadáveres de civis em Basra

Pelo menos 50 civis iraquianos,entre eles crianças, morreram em Basra, no sul do Iraque,durante a ofensiva anglo-americana, segundo imagens mostradasneste sábado pela cadeia de televisão Al-Jazira, de Catar. A cadeia, único meio de comunicação estrangeiro presenteem Basra, mostrou cinco cadáveres no hospital AL-Jumhuriya,pertencentes à mesma família. Outros seis cadáveres de civis ensangüentados , todoshomens, foram mostrados em Basra. O jornalista da Al-Jazira se desculpou com ostelespectadores por ter mostrado essas "cenas horríveis". "É um grande massacre de civis", disse à Al-Jazira umamulher que se encontrava entre os feridos. "Foi um massacre",insistiu. Em Basra, onde forças iraquianas resistem à invasãoanglo-americana, foi interrompido o fornecimento de água potávele energia elétrica. A Al-Jazira disse que milicianos do Partido Baath, deSaddam Hussein, patrulham Basra, onde os bombardeios causaram 50mortes, segundo fontes locais citadas pela TV do Catar. O general Tommy Franks, comandante da forças americanas,afirmou que as tropas anglo-americanas não tentam "atravessarBasra" e ali iniciar confrontos.Veja o especial :

Agencia Estado,

22 de março de 2003 | 22h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.