Al-Maliki: autoridades do Iraque participam do terrorismo

O primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, disse ao presidente dos EUA, George W. Bush, em recente videoconferência que autoridades iraquianas estariam envolvidas com o terrorismo, segundo autoridades governamentais nesta quarta-feira, 4. Os dois líderes dialogaram na segunda-feira, um dia após autoridades americanas em Bagdá reportarem que dois coletes suicidas foram encontrados perto de um contêiner de lixo na "zona verde", a área de alta segurança no centro da cidade, onde a embaixada americana está localizada."O primeiro-ministro disse a ele que isso era o esperado. Alguns políticos estão envolvidos com o terrorismo", disse uma autoridade iraquiana.Os comentários da autoridade iraquiana foram confirmados por outras duas autoridades. Todas falaram em condição de anonimato, porque não estavam autorizados a soltar essa informação."Terroristas atuam de dois modos, tanto como homens armados no campo de batalha, como na política", a autoridade disse citando al-Maliki ao falar com Bush.Gordon Johndroe, porta-voz do Conselho de Segurança Nacional de Bush, disse na quarta-feira que Bush e al-Maliki "conversaram sobre a importância de se lutar contra terroristas, mas eu não me lembro dos cintos suicidas aparecendo".A descoberta das vestes suicidas foi anunciada menos de uma semana após um ataque com foguetes na Zona Verde ter assassinado dois americanos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.