Al-Maliki diz que já escapou de 'vários' atentados

O primeiro-ministro do Iraque, Nouri al-Maliki, disse hoje que escapou de várias tentativas de assassinato, incluindo uma na qual insurgentes tentaram derrubar seu avião. "Houve várias tentativas", disse Maliki ao jornal árabe sediado em Londres Al-Hayat, segundo a transcrição da entrevista divulgada por seu escritório.

AE, Agência Estado

26 Maio 2010 | 18h16

Uma das supostas tentativas "teve como alvo um avião no qual eu viajava ao retornar de Mosul (norte do Iraque) para Bagdá em 2009, mas ela falhou", disse ele. "Um míssil foi disparado contra o avião, mas aparatos térmicos o desviaram", disse ele. "Tem havido várias tentativas como esta, mas todas falharam."

Ele também advertiu sobre o retorno da violência sectária enquanto o Iraque se arrasta, sem um novo governo, mais de dois meses após as eleições nas quais nenhum grupo conseguiu maioria no Parlamento. "Se nós construirmos o Estado da forma errada, que não atenda às condições para um progresso político (democrático) e a divisão (de poder) na administração, o retorno da violência é possível", disse ele. "Se nos retirarmos, organizações terroristas, milícias e gangues terão todas as chances de se reagruparem."

O primeiro-ministro também deixou clara sua confiança na retirada programada das tropas norte-americanas do Iraque, que deve ser concluída até o final de 2010. Todas as tropas de combate norte-americanas devem deixar o país até o final de agosto. Perguntado se havia dúvidas sobre a retirada, Maliki respondeu: "absolutamente não. O Iraque tem desenvolvido suas capacidades militar e de inteligência e conquistou uma boa experiência". As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
Iraque atentados Al-Maliki vários

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.