Al-Qaeda ameaça autor de livro sobre Bin Laden

Vários sites de grupos ligados à Al-Qaeda juraram de morte ontem o soldado americano Matt Bissonnette, que participou da operação que matou Osama bin Laden. Em outubro, ele publicará um livro detalhando o assalto ao complexo de Abbottabad, no Paquistão, em maio de 2011.

WASHINGTON, O Estado de S.Paulo

25 de agosto de 2012 | 03h03

No início da semana, o New York Times revelou que o primeiro relato de um participante da operação da Equipe 6 dos Navy Seals contra Bin Laden está prestes a ser lançado. O livro não foi submetido à censura do Pentágono, como exige a legislação militar americana, e seu autor usou o pseudônimo de Mark Owen.

Na quinta-feira, porém, a rede de TV Fox News revelou a identidade de Bissonnette, de 36 anos, nascido no Alasca. A emissora americana publicou a foto de Bisonnette, que rapidamente se espalhou por sites jihadistas de todo o mundo ao lado de promessas de vingança pela morte do líder da Al-Qaeda.

Segundo a Fox News, Bisonnette também participou do resgate de um capitão americano de um navio sequestrado por piradas somalis no Golfo de Áden, em 2009. As forças especiais mataram a tiros os três sequestradores e resgataram sem ferimentos o marinheiro.

O autor do livro seria o comandante de uma das equipes que entraram no complexo de Abbottabad. Ontem, porém, vários veteranos dos Navy Seals criticaram a decisão de Bisonnette de escrever o livro. / REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.