Al-Qaeda ameaça matar refém americano na Arábia Saudita

Um website islâmico apresentou imagens de um americano vendado, mantido como refém na Arábia Saudita. O teipe informa que o americano será morto em 72 horas, a menos que militantes da Al-Qaeda presos sejam soltos. O refém é Paul Johnson, de 49 anos, e foi seqüestrado no sábado por um grupo autodenominado Al-Qaeda da Península Arábica.O teipe, que foi exibido pela CNN, mostra um crachá da Lockheed Martin, empresa para a qual Johnson trabalha. Mais cedo nesta terça-feira, forças de segurança sauditas prenderam um radical ao norte de Riad, em meio à caçada pelos captores de Johnson.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.