Al-Qaeda anuncia a morte de líder do grupo no Afeganistão

Abu Abdullah al-Shami é um dos quatro rebeldes que escaparam da prisão americana de Bagram em 2005

Associated Press,

31 de julho de 2008 | 14h37

A organização terrorista Al-Qaeda publicou um comunicado na internet nesta quinta-feira, 31, afirmando que um de seus comandantes no Afeganistão foi morto durante um ataque aéreo americano.   Abu Abdullah al-Shami era uma dos quatro líderes da Al-Qaeda que fugiu da base de Bagram, a principal dos Estados Unidos no país, há três anos. A mensagem apareceu em um dos sites freqüentemente usados pela Al-Qaeda.   O comunicado tem data de 14 de julho e é assinado pelo mais alto líder afegão da Al-Qaeda, Mustafa Abu al-Yazeed. A nota afirma que al-Shami foi "martirizado com um grupo de companheiros", mas não dá detalhes do ataque, como data e localização, ou das pessoas que morreram na ação.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoAl-Qaeda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.