Al-Qaeda anuncia morte de diplomatas russos no Iraque

Um grupo ligado à Al-Qaeda anuncia ter assassinado quatro reféns russos no Iraque, de acordo com declaração publicada na internet. A nota foi divulgada juntamente com fotografias dos russos em cativeiro. O texto afirma que também há um vídeo com as mortes. As fotos estão marcadas com o logotipo da Al-Qaeda."O veredicto de Deus foi executado nos diplomatas russos... em vingança pela tortura, matança e expulsão de nossos irmãos e irmãs pelo governo infiel da Rússia", diz a nota.Quatro funcionários da embaixada russa haviam sido seqüestrados, em 3 de junho, após um ataque contra o carro em que viajavam, no bairro Mansour, em Bagdá. Um quinto russo morreu durante a agressão.Entre os cativos estão o terceiro-secretário da embaixada, Fyodor Zaitsev, e três outros membros da missão - Rinat Agliulin, Anatoly Smirnov e Oleg Fedoseyev.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.