Al-Qaeda assume autoria de atentados no Iraque

O braço da Al-Qaeda no Iraque assumiu a autoria dos ataques coordenados que mataram 77 pessoas e feriram mais de 500 em Bagdá na última terça-feira. O grupo conhecido como "Estado Islâmico do Iraque", disse num comunicado postado na internet na manhã desta quinta-feira que os ataques na capital iraquiana tiveram como alvo os "bastiões da maldade e os lares dos apóstatas".

AE-AP, Agencia Estado

10 de dezembro de 2009 | 06h19

O comunicado também adverte que o grupo está "determinado a abalar os pilares deste governo" no Iraque e diz que "a lista de alvos não tem fim".

Os atentados de terça-feira foram o terceiro grande ataque contra prédios do governo em Bagdá desde agosto. O mesmo grupo assumiu a responsabilidade pelos dois ataques anteriores. A autenticidade do comunicado não pôde ser confirmada. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueatentadosAl-Qaeda

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.