Al-Qaeda celebra crise e ''apóia'' McCain

Segundo um site ligado à Al-Qaeda, a rede terrorista está acompanhando o caos financeiro dos EUA com alegria e acredita que a crise é resultado da estratégia do país de minar sua economia, ao gastar com guerras contra insurgentes muçulmanos. O grupo também defende John McCain, que seria o melhor candidato por querer "dar continuidade à marcha fracassada de seu antecessor".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.