Al-Qaeda confirma morte de americano

O grupo da Al-Qaeda que seqüestrou o americano Paul Johnson Jr. informa em declaração publicada na internet que matou o refém. Três fotos acompanham a nota. Uma mostra a cabeça de um homem, face voltada para a câmera, sendo segurada por uma mão. As outras duas mostram um corpo sem cabeça caído de bruços sobre uma cama, com a cabeça removida pousada no dorso. O rosto se parece com o de Johnson. ?Em resposta ao que prometemos... de matar o refém Paul Johnson depois que o período terminasse... o infiel teve o que merecia... Que sinta o gosto de um pouco do que os muçulmanos sentem quando são atingidos pelo fogo e mísseis do helicóptero Apache?, diz a declaração.Johnson, que tinha 49 anos, trabalhava nos sistemas de mira e de visão noturna de helicópteros de combate apache. Uma autoridade saudita, ouvida pela Associated Press, disse apenas que ?até agora, não temos nada sobre isso?. Em Washington, um porta-voz da CIA disse que a agência ainda não pôde confirmar a morte do americano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.