Al Qaeda defende criação de um ´califado islâmico´ no Iraque

O segundo em comando da rede terrorista Al Qaeda, o egípcio Ayman Al-Zawahri, pediu aos militantes iraquianos que se unam para estabelecer um "califado islâmico" no país, em novo vídeo divulgado pela internet.No vídeo, transmitido neste domingo pela rede de televisão Al Jazira, Zawahri pede aos militantes da Al Qaeda no Iraque e dos outros grupos da resistência que trabalhem juntos para "expulsar as tropas estrangeiras" do país."Envio minhas felicitações aos mujahedin (guerreiros santos), a Abu Omar al-Baghdadi (suposto novo líder da organização no Iraque) e a outros mujahedin, e peço a unidade em sua ´jihad´ (guerra santa) para estabelecer um califado islâmico no país", afirma Zawahri na mensagem, cuja autenticidade ainda não foi confirmada.A data de gravação do novo vídeo é desconhecida. Ele foi divulgado durante a festa muçulmana do Sacrifício. Zawahri pede além disso aos militantes que "não ofereçam nenhuma legitimidade aos traidores, não assinem com eles documentos que só resultarão na perda da Palestina".Com isso, Zawahri ataca o presidente da Autoridade Nacional Palestina, Mahmoud Abbas, e pede aos combatentes palestinos que não cooperem com ele. "Como Mahmoud Abbas pode ser um irmão nosso enquanto recebe subornos dos americanos?", pergunta Zawahri.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.