Al-Qaeda diz que al-Zawahri sucederá a Bin Laden

Um site afiliado à Al-Qaeda informou Nesta quinta-feira que o egípcio Ayman al-Zawahiri deverá suceder ao líder Osama bin Laden, morto pelas forças americanas no dia 2 de maio, num ataque no Paquistão. O até então número dois da Al-Qaeda, com quase 60 anos, já havia feito uma aparição recente, em um vídeo, no qual dizia que estava comprometido em prosseguir com a jihad (guerra santa) contra o Ocidente. "Seguiremos adiante com a jihad até que expulsemos os invasores das terras muçulmanas", disse Zawahiri.

Agência Estado

16 de junho de 2011 | 04h19

Ele é filho de uma família da classe alta egípcia composta por doutores e acadêmicos. O pai de Zawahiri foi professor de Farmacologia da Universidade de Medicina do Cairo, e seu avô, o grande Imam (líder islâmico) da Universidade de Al-Azhar, um centro de estudos religiosos. No vídeo apresentado recentemente, Zawahiri apareceu ao lado de uma arma automática, dizendo que "o homem que aterrorizou os EUA em vida continuará aterrorizando após a morte". Ele completou a mensagem com uma frase muito usada por Bin Laden: "Os ocidentais jamais estarão em segurança enquanto vivermos, se não saírem de nossos países". As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Al-QaedadivulgasubstitutoBin Laden

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.