Al-Qaeda no Magreb assume sequestro de voluntários espanhóis

Em gravação divulgada na Al-Jazeera, grupo assegurou também ter sequestrado voluntário francês no Mali

Efe,

08 de dezembro de 2009 | 10h04

O grupo radical Al-Qaeda no Magreb Islâmico assumiu nesta terça-feira, 8, ter sequestrado três voluntários espanhóis em 29 de novembro na Mauritânia, segundo um comunicado do grupo divulgado pela emissora de televisão "Al-Jazira".

 

Em uma gravação, o grupo terrorista também assegurou que também sequestrou um voluntário francês no Mali em 25 de novembro. A mensagem foi lida por uma pessoa que se identificou como Salab  Abu Mohammed, porta-voz da Al-Qaeda no Magrebe Islâmico.

Segundo a "Al-Jazira", Abu Mohammed afirma que a organização enviará cartas aos governos de Espanha e França com as condições para libertar os quatro reféns.

Tudo o que sabemos sobre:
Al-Qaeda no Magrebsequestro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.