Al-Qaeda no Magreb dá ultimato para libertar refém francês

Grupo exige libertação de quatro militantes para soltar Pierre Camatte sequestrado em 29 de novembro

Efe,

11 de janeiro de 2010 | 08h46

O grupo terrorista Al-Qaeda no Magreb Islâmico exigiu nesta segunda-feira, 11, a libertação de quatro de seus membros em troca da libertação do cidadão francês Pierre Camatte, de 61 anos, que mantém sequestrado desde o dia 29 de novembro.

Veja também:

especialAs franquias da Al-Qaeda

"Damos à França e a Mali 20 dias para responder a nossas legítimas exigências. Quando a data limite chegar, ambos os Governos serão responsáveis pela vida do refém", assegura o comunicado divulgado por um site habitualmente usado por esta organização, mas cuja veracidade não pôde ser confirmada.

Tudo o que sabemos sobre:
Al-Qaeda no Magrebterrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.