Al-Qaeda oferece ´retirada segura´ às tropas dos EUA

O líder de um grupo apoiado pela Al-Qaeda ofereceu às forças americanas no Iraque uma oportunidade para retirarem-se em segurança do país, dentro de um mês, desde que deixem as armas pesadas para trás, de acordo com uma fita de áudio divulgada na Internet nesta sexta-feira. "Nós pedimos ao (presidente George W.) Bush para não desperdiçar esta oportunidade histórica", disse o homem, identificado como Abu Omar al-Baghdadi, chefe do chamado Estado Islâmico do Iraque, que foi proclamado em outubro pela Al-Qaeda e outros grupos. A autenticidade da fita não pôde ser verificada, mas foi colocada em dois dos principais sites utilizados pela Al-Qaeda e grupos insurgentes no Iraque. "Estamos aguardando sua resposta dentro de duas semanas após este anúncio", disse a voz na fita, com data de 22 de dezembro. Ele disse que os grupos insurgentes não iriam atacar as tropas dos EUA que batessem em retirada, se saíssem em um mês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.