Al-Qaeda oferece suporte a muçulmanos da Nigéria

Líder regional da organização terrorista prometeu armas e treinamento a nigerianos em website

Associated Press,

01 de fevereiro de 2010 | 17h58

O líder da Al-Qaeda no norte da África ofereceu treinamento e armas para muçulmanos da Nigéria lutarem contra cristãos e darem seguimento a violência sectária no país.

 

Veja também:

especial Especial: As franquias da Al-Qaeda

 

Abdelmalek Droukdel, líder da Al-Qaeda no Maghreb islâmico, postou um comunicado nesta segunda-feira, 1º, em um website radical, acusando os cristãos nigerianos de matar centenas de muçulmanos em uma "Guerra de Cruzada".

 

Droukel prometeu treinar jovens muçulmanos, os apoiando com armas e equipamentos. Ele também incitou os islamitas a "empurrar seus filhos" para serem a vanguarda dos soldados defensores do sangue muçulmano.

 

A violência entre cristãos e muçulmanos na Nigéria central deixou 326 mortos no último mês.

Tudo o que sabemos sobre:
NigériaAl-Qaedaviolência sectária

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.