Al-Qaeda oferece US$ 5 mil para quem matar informante

O grupo terrorista Al-Qaeda, de Osama bin Laden, ofereceu uma recompensa de US$ 5 mil a quem matar um colaborador paquistanês do FBI, noticiou hoje o jornal árabe publicado em Londres, Al Hayat. Citando um comunicado na Internet do grupo Jihad Islâmico, o jornal disse que a Al-Qaeda dispõe de informações sobre "traidores" envolvidos em espionagem a favor dos EUA no Paquistão. O comunicado alertou as autoridades paquistanesas sobre operações dos mujahedin árabes e os talebans afegãos em regiões como a cidade de Wazirstan, a sudoeste de Peshawar. As autoridades paquistanesas prestam assistência às forças americanas que operam nesta cidade, buscando indivíduos armados, pertencentes à rede de Bin Laden e ao derrotado regime taleban afegão, que tentam infiltrar-se no país.

Agencia Estado,

09 Agosto 2002 | 15h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.