Al-Qaeda opera na Ásia, diz FBI

Os ativistas da Al-Qaeda operam na Ásia, disse, nesta segunda-feira, o diretor do FBI Robert Mueller, e os Estados Unidos têm provas de que membros da organização de Osama bin Laden tentaram obter armas de destruição massiva.Ao final de uma viagem por seis países no sudeste da Ásia, Mueller disse ter recebido firme apoio regional para a guerra antiterrorista, diante dos temores de que agentes da Al-Qaeda em fuga do Afeganistão possam tentar estabelecer-se na região."Sem dúvida alguma, acreditamos que agentes da Al-Qaeda se encontrem nesta área", disse Mueller. "Estamos trabalhando para acertar todas as peças do quebra-cabeças, a fim de ter um panorama mais completo da Al-Qaeda na região".Mueller acrescentou que os Estados Unidos têm grandes provas de que a Al-Qaeda tenha tentado obter armas de destruição massiva no passado. Ele não entrou em detalhes, mas pediu a várias nações do mundo que fiquem "em alerta" para qualquer futura tentativa da Al-Qaeda de conseguir armas químicas, biológicas ou nucleares.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.